terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Espírito de Natal


Espírito de Natal

Há algo no ar!
Um algo invisível se faz sentir
Algo que faz as estrelas cintilar
Arrepia a pele e o coração bate
Num ritmo forte e difícil de fugir
Ritmo de solidariedade

Algo... Algo…Algo…
Um algo que partilha sorrisos
Atravessa continentes, sem fronteiras
Reaparecem os amigos sumidos
As crianças riem nas suas brincadeiras
Mais abraços, mais felicidade, mais gáudio

Algo, o que será?
Um algo que lança bandeira branca
Baixam-se armas e a guerra pausa
Num dia que a paz comanda
Até os inimigos estabelecem trégua
Para se unir numa boa causa

Algo, não o consigo entender.
Um algo que desafia as leis da natureza
 O calor humano engrandece
Por mais que a temperatura desça
A dúvida ninguém me esclarece
Há alguém que o consiga perceber?

Algo que existe sem solução
Porque só é preciso sentir
Porque só é preciso partilhar
Porque só é preciso paz criar
Porque só nos toca no coração
Esse Espírito de Natal!