sexta-feira, 4 de junho de 2010

O Olhar De Anjo Negro



Olhar De Anjo Negro

Numa tonalidade mel e âmbar
A contrastar com a sombra escura
Nesse seu reluzente contemplar
Se vislumbra uma alma pura

Misteriosos e enigmáticos
De forma sublime e cuidadosa
Escondem os segredos e desejos
Que o seu espírito anseia

Galantes e conquistadores
Seduzem num simples segundo
Derretem os corações mais fortes
Com o sorriso invejado pelo mundo

Nesse mirar descobri quem sou eu
Estrela mágica que me dá vida
Será sempre unicamente teu
O Olhar De Anjo Negro