quarta-feira, 11 de março de 2009

Dolorosa Verdade


 Dolorosa Verdade

Lágrimas de ilusão
Traídas pela esperança
Que acreditou o coração
A vida ter uma mudança

Sonhos e sonhos criados
Numa crença fantástica
Sãos os mesmos findados
Pela realidade drástica

E vai o acolhedor imaginar
Caminhando pelos rios da morte
Onde o tentam exterminar
As lanças de alto porte

Então é ferida, é sangrada
O que foi felicidade
Cai por terra inanimada
Obrigando-me a ver a dor da verdade!